terça-feira, 9 de agosto de 2016

Regresso à selva!

Enquanto viver, eu nunca esquecerei as "muchachas" moçambicanas, mais novas ou mais velhas, mais bonitas ou mais feias, mais vestidas ou mais despidas que encontrei naquela terra onde passei os anos mais marcantes da minha mocidade.
Infelizmente, não tínhamos muitas hipóteses de escolha, a guerra não o permitia, e encontrar alguma coisa que se pudesse comer era quase um milagre. Como diz o velho ditado popular - tudo que vem à rede é peixe - ou se come o que nos põem no prato, ou se passa fome.

2 comentários:

  1. Uma febra assim,
    em tempo de guerra
    encontrado no capim
    em pelote quem nos dera!

    ResponderEliminar